Como criar um site para minha empresa sem saber programação?

O mundo evoluiu e a internet é o lugar onde todo mundo está, inclusive seus clientes e concorrentes! Sendo assim, se você quer vender mais, o seu negócio também precisa ser encontrado na web para continuar competitivo frente à concorrência. Talvez você já tenha considerado essa ideia, mas ainda não sabe como criar um site sem saber programação ou ter que fazer grandes investimentos.

Por isso, neste artigo nós vamos ensinar tudo o que você precisa saber para fazer um site para a sua empresa sem precisar contratar uma empresa especializada ou um profissional específico. No decorrer do texto, vamos falar, também, sobre as vantagens e os riscos de optar por esse caminho. Portanto, leia com atenção e aproveite!

Como criar um site do zero sem precisar contratar um programador?

Com o avanço constante da tecnologia da informação, muita coisa ficou mais fácil. Seguindo essa tendência, diversas empresas do setor identificaram essa necessidade do mercado de desenvolver sites de forma mais simples e automatizada. Então, surgiram as plataformas de desenvolvimento que entregam boa parte do serviço pronto.

Com isso, mesmo pessoas que não possuem tanta destreza ao computador, conseguem criar sites bonitos e funcionais. É claro, que alguns casos são mais complexos e exigem conhecimentos mais profundos. Por outro lado, em alguns casos, é possível criar sites até mesmo de graça.

Vamos começar mostrando alguns passos importantes que precisam ser cumpridos antes de começar efetivamente a criar o site. Acompanhe.

Defina o tipo de site que você precisa

O ponto de partida da criação de um site está na definição do que ele precisa ter. Afinal, um empresário que vende brigadeiros gourmet tem necessidades diferentes de um mecânico de automóveis, por exemplo. Mas ambos podem ter um site para divulgar seus produtos e serviços.

Algumas perguntas são importantes de serem respondidas antes de escolher a plataforma que será utilizada:

  • Sua empresa pretende vender diretamente pelo site (e-commerce)?
  • O site terá um chat online para conversar com os clientes e tirar dúvidas?
  • Vai precisar de galerias de fotos dos produtos ou serviços?
  • Qual a projeção você espera para o crescimento do negócio?

Adquira um domínio

Em paralelo à definição do tipo de site, você já pode começar a buscar um bom domínio.

Ele é a sua identificação profissional na Internet. É o “nome” do seu site e definirá também os seus e-mails. Resumidamente, é o que você digita na barra de endereço do navegador. No nosso caso, por exemplo, é comecandonaweb.com.br“.

Essa escolha pode ser uma tarefa difícil, pois é preciso encontrar um que não esteja sendo utilizado por mais ninguém. Sendo assim, se o seu negócio tem um nome comum, como “lojadamaria.com.br” ou “bardojoao.com.br” você terá que usar de criatividade.

O registro do domínio pode ser feito em diversas plataformas, como o Registro.BR (órgão responsável pelos registros de domínios .br no Brasil) ou DialRegistro por exemplo. Neles, já é indicada a disponibilidade do nome desejado e algumas sugestões, caso ele não esteja disponível. Contudo, o mais importante é garantir que o endereço escolhido represente bem a sua empresa.

Escolha uma hospedagem

A hospedagem é o local onde seu site ficará armazenado. De uma forma simplificada, podemos fazer uma analogia com uma casa. Imagine que ele é uma família que precisa de um lugar para morar.

O primeiro ponto é saber qual será o tamanho dessa família e como é a composição dela. Tem filhos? Tem animais de estimação? Existe a possibilidade da família crescer em alguns meses? Enfim, tudo isso servirá de base para escolher o lugar ideal.

Da mesma forma, para a hospedagem, é preciso saber o tamanho, a finalidade e a plataforma escolhida para o desenvolvimento, entre outras coisas, para encontrar a “moradia” mais adequada.

Desenvolva o site

Agora sim, chegamos na parte do desenvolvimento em si. Existem diversas opções no mercado para uma criação facilitada. Vamos destacar, a seguir, as 3 principais. Confira.

WordPress

O WordPress é a plataforma de desenvolvimento de sites mais utilizada no mundo e a maioria das hospedagens já oferecem o instalador dela como padrão dentro dos seus planos. Com ele é possível criar sites utilizando ou não a programação por código.

Para não depender de um programador, você pode utilizar um template pronto. Eles trazem boa parte do desenvolvimento já feitos, cabendo apenas algumas personalizações, que podem ser feitas de forma bastante simplificada. Atualmente, existem opções gratuitas e pagas. de templates.

Apesar de não contar com um suporte próprio, existem diversos materiais disponíveis em blogs além de cursos e tutorias no YouTube que podem auxiliar com o WordPress.

Wix

O Wix cresceu bastante nos últimos anos por oferecer opções gratuitas de criação de sites. A plataforma é bastante intuitiva e você pode criar páginas bem bonitas e profissionais apenas clicando e arrastando os componentes.

Entretanto, muitos recursos são disponibilizados apenas na versão paga, como o uso do seu domínio, por exemplo. Outro ponto importante é que, por ser um construtor proprietário, você pode não migrar para outra hospedagem e se não continuar pagando, pode acabar perdendo o direito de uso do domínio. Além do suporte, que é oferecido basicamente em uma Central de ajuda, sem auxílio humano. Isso pode ser um ponto ruim caso você precise de informações e atenção mais especializada.

Construtores

A maioria das hospedagens oferecem construtores de sites que podem facilitar muito o seu trabalho. Assim como o Wix, elas oferecem recursos de criação baseadas em Drag and Drop (arrastar e soltar). Por isso, costumam ser bastante simples. Inclusive, para boa parte das empresas, apresenta uma excelente relação custo-benefício.

Apesar da limitação em alguns recursos, a única desvantagem realmente relevante está no período de fidelidade com a ferramenta. Sendo assim, você pode ficar “preso” a uma única hospedagem por um bom tempo.

Quais as limitações de optar por não contratar profissionais para o desenvolvimento do site?

Como vimos até aqui, é totalmente possível criar sites bons sem precisar investir na contratação de profissionais. Porém essa escolha pode limitar a sua empresa daqui a algum tempo.

Além disso, pela falta de experiência, essa escolha pode gerar bastante trabalho e gastar muito tempo. Portanto, pelo trabalho que você terá, muitas vezes é mais viável contratar alguém para fazer o serviço.

Inclusive, muitos Freelancers e agências trabalham com pacotes mais baratos de acordo com o tipo de site escolhido e nível de customização pretendida. Sendo assim, o serviço pode sair muito mais barato do que você imaginava.

Enfim, agora que você aprendeu como criar um site, já pode fazer um e obter sucesso em seu negócio. Mas esse é apenas um dos itens de uma boa presença digital. Se você ainda não sabe o que significa isso, confira nesse post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos atualizando nosso site, volte em breve!

Conheça nossas redes sociais