O site da sua empresa é bom?

Logo que a internet teve seu primeiro “boom”, nos anos 2000, todas as empresas queriam ter um site para mostrar que estavam na web. Naquela época, apenas ter um site era suficiente. Bastava inserir as informações que quisesse e pronto.

Atualmente muita coisa mudou. As pessoas estão mais exigentes e os mecanismos de busca, como o Google, estão mais rigorosos na forma de fazer seu ranqueamento. Por isso, sua empresa precisa se esforçar um pouco mais para garantir bons resultados.

A boa notícia é que não é preciso gastar uma fortuna para fazer com que ele seja bom e traga bons resultados para a sua empresa. Por isso, neste artigo, vamos falar sobre como identificar se o site da sua empresa é bom o suficiente ou precisa de ajustes para ser encontrado mais facilmente. Acompanhe!

Sinais de que o seu site precisa ser revisado

Um site ruim apresenta alguns sinais facilmente identificáveis. Vamos conhecer os principais, a seguir.

Muito tempo sem atualizações

O primeiro sinal é clássico e esbarramos em sites com esse problema o tempo todo. Muitas empresas criam um site e acham que o trabalho está terminado. Contudo esse é um péssimo hábito que precisa ser deixado para trás.

Afinal, um site desatualizado passa uma má impressão para o visitante. Com isso ele tende a associar a sua empresa à características negativas como:

  • desleixo;
  • falta de inovação;
  • falta de atenção aos detalhes;
  • má qualidade.

O site precisa ser atualizado de tempos em tempos para se adaptar às constantes mudanças tanto com relação às preferências do público quanto na parte técnica, como o SEO que veremos mais à frente.

Design antigo

O layout de um site influencia bastante na experiência do visitante. Por isso, páginas muito estáticas e com design muito antigo podem prejudicar a imagem da sua empresa.

Portanto, mesmo que o seu site seja relativamente novo, se ele possui uma aparência que lembra os sites dos anos 2000, ele acaba sofrendo os mesmo problemas dos sites desatualizados, com relação à percepção do usuário.

O site não ranqueia bem

Um bom ranqueamento depende de vários fatores, porém algumas situações indicam problemas mais graves. Por exemplo, se você pesquisa pelo nome da sua empresa no Google e o seu site não está na primeira página: esse é um problema grave.

Afinal, o seu cliente pode procurar pela sua empresa e não encontrar o seu site. Pior ainda: ele pode acabar acessando o site de um concorrente que apareceu antes do seu no resultado da busca.

Fatores que garantem um site de qualidade para a sua empresa

Até aqui vimos como identificar os principais problemas dos sites que não performam bem na internet. Agora, vamos mostrar quais são as atitudes que você precisa tomar caso seu site esteja apresentando esses problemas. Confira!

Atualizações constantes

Essa dica abrange todos os problemas, quando tratada de forma mais aprofundada. O ideal é realizar revisões com intervalos máximos de 6 meses. Isso não significa que o site será todo modificado 2 vezes ao ano, mas sim, que ele passará por pequenas intervenções que garantirão sua qualidade constante.

Existe uma infinidade de pontos onde esses ajustes podem ser feitos. Tais como:

  • informações sazonais;
  • atualização de fotos;
  • melhorias técnicas;
  • adequação de informações.

Adequações no layout e navegabilidade

Como parte das alterações sugeridas no tópico anterior, as mudanças na aparência podem causar diferenças significativas na performance. Porém algumas delas podem ser muito impactantes, por isso devem ser feitas em intervalos maiores.

Portanto, se o seu site está parado há muito tempo, vale a pena investir em uma reformulação geral e dar uma cara totalmente nova para ele. Inclusive, você pode aproveitar para fazer uma ação de reinauguração dele para atrair mais clientes e fazer algumas vendas adicionais.

Sendo assim, o importante é garantir que ele seja fácil de usar. Além disso os visitantes devem conseguir encontrar as informações que buscam sem que ele fique visualmente poluído.

Otimização para motores de busca SEO

A aplicação das boas práticas de SEO — Search Engine Optimization — é o que vai garantir um bom ranqueamento. As ferramentas de busca, principalmente o Google, possuem algoritmos complexos que determinam a relevância de cada página da internet em relação a um termo específico buscado.

Por isso, é preciso fazer com que as páginas sejam vistas como relevantes para o que os seus clientes têm buscado. No exemplo que demos sobre uma busca pelo nome da sua empresa, o Google precisa ver que é o seu site que está sendo procurado. Então, são essas práticas que irão mostrar isso.

Algumas delas são mais simples, entretanto, outras demandam a ajuda de um programador. De qualquer forma, é importante saber que elas são absolutamente necessárias para garantir que você tenha um bom site.

Depois de ler até aqui, você já consegue perceber se o site da sua empresa é bom ou se está precisando de alguma ajudinha para melhorar. Além das melhorias, você pode usar estratégias de Inbound Marketing para fazer com que as pessoas encontrem a sua empresa de forma mais fácil. Então, aproveite o embalo e aprenda sobre o que é e a importância da presença digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos atualizando nosso site, volte em breve!

Conheça nossas redes sociais