fbpx

Como vender na internet sem ter loja virtual?

notebook e cartao de credito vender pela internet

Como vender na internet sem ter loja virtual?


Se antes o computador era usado apenas para pesquisas escolares, joguinhos, ouvir músicas ou ver vídeos engraçados, hoje ele faz muito mais que isso e está na palma da mão de milhões de pessoas. Com isso, as empresas têm utilizado cada vez mais esse meio de comunicação para conquistar novos clientes. Mas você sabia que é possível vender pela internet sem ter loja virtual?

É isso mesmo! Claro que, ter o seu próprio site ainda é o melhor cenário, mas sabemos que nem todos os pequenos empresários têm condições de bancar a construção de um e-commerce. Então, neste artigo, vamos mostrar como você pode levar seu negócio para a web sem sacrificar seus lucros. Confira!

Comece pelo planejamento

O planejamento é a base do sucesso para qualquer empresa, principalmente quando a intenção é de dar um passo tão importante. Por isso, é fundamental pensar com calma e cuidado em alguns quesitos. Entenda melhor, a seguir.

Definição dos produtos ou serviços

Antes de se aventurar pela internet, você precisará definir quais serão os produtos ou serviços que realmente tem condições de oferecer. Lembre-se que os pedidos pela internet podem aumentar consideravelmente seu volume de vendas. Portanto, comece aos poucos até se adaptar à novidade.

Definição do público-alvo

Saber o perfil das pessoas que você pretende alcançar é essencial. Isso ajuda a identificar as melhores estratégias de divulgação e até mesmo na escolha dos canais de vendas. Se você já possui uma clientela formada, pode utilizá-la como base para traçar esse perfil.

Apesar de existirem mais detalhes no planejamento, as definições de “o que” (produtos e serviços) e “para quem” (público-alvo), já garantem um mínimo de direcionamento. Com isso, você poderá escolher os melhores canais para vender pela internet.

Use as redes sociais a seu favor

O Brasil é o segundo país que mais acessa a internet no mundo. Só nas redes sociais, cada brasileiro passa mais de 3 horas todos os dias. Fica evidente o potencial a ser explorado nesses locais. Porém é preciso saber utilizá-los de forma estratégica. Por isso, vamos explicar um pouco mais sobre as 3 redes sociais mais utilizadas para divulgar as empresas.

WhatsApp

Dificilmente você encontrará alguém que não tenha o “zap-zap” instalado em seu telefone. Afinal, essa é a rede social mais utilizada no país. E não é para menos, já que ela facilita a comunicação no dia a dia. Portanto, é uma boa forma de vender pela internet.

Por isso, ela é uma excelente forma de manter contato com seus clientes, enviar promoções e novidades, fechar vendas e até mesmos tirar dúvidas. Apenas tome muito cuidado para não se tornar invasivo. Isso pode afastar bons clientes e ninguém quer isso, não é mesmo?

Facebook

O Facebook é uma rede social que cresce e evolui muito rapidamente. Nele você consegue até mesmo expor seus produtos. Ele possui uma funcionalidade chamada Loja que fica vinculada à página da sua empresa. Sendo assim, você pode fazer toda a negociação por meio da troca de mensagens via inbox.

Além disso, você ainda pode investir em anúncios. Eles veiculam tanto dentro da própria rede social, quanto no Instagram e aplicativos parceiros. 

Instagram

O Instagram é a rede social que mais cresceu nos últimos anos. Muitos afirmam que ele deve ultrapassar o Facebook em pouco tempo. Portanto, ele merece uma atenção especial em sua estratégia.

Essa rede social é ideal para negócios cujas imagens sejam muito importantes para a tomada de decisão do cliente. Alguns exemplos são:

  • lojas de roupas e calçados;
  • estabelecimento alimentícios em geral;
  • artesanatos e criações manuais em geral.

É importante ressaltar que a qualidade das imagens influencia diretamente no retorno alcançado. Além disso, é recomendado trabalhar a interação por meios dos stories e lives.

Aproveite os marketplaces para vender pela internet

Apesar de toda a evolução das redes sociais que acabamos de mostrar, elas ainda possuem limitações no que diz respeito ao processo completo de venda. Por isso, se a sua intenção é vender em um volume razoável por mês, os marketplaces podem ser uma opção mais adequada.

Eles são plataformas digitais de e-commerce que permitem que empresas menores possam oferecer seus produtos. É como se fosse um shopping virtual, onde cada empresa tem o seu estande. Você pode nunca ter ouvido falar esse nome, mas com certeza já conhece os principais marketplaces do Brasil. Confira alguns deles:

  • Mercado Livre;
  • Elo7 (específico para artesanatos em geral);
  • Amazon;
  • Americanas.com.

Eles possuem todas as funcionalidades necessárias, como sistema de pagamento on-line, cálculo de frete e cadastro de clientes e produtos. Além disso, sua empresa se beneficia da segurança da reputação da plataforma para conquistar mais clientes.

Como vimos, existem diversas formas de vender pela internet, mesmo antes de construir uma loja virtual própria. Para quem está começando na web e pretende ir aos poucos, esse é o caminho mais indicado.

Depois de ler este artigo, você deve estar ainda mais ansioso para entrar de uma vez por todas no mundo virtual. Então, que tal aprender algumas técnicas de vendas direcionadas para a internet? Confira nesse post!