Posicionamento de marca: 7 empresas para se inspirar

O posicionamento de marca é algo que deve ser considerado pelas empresas desde a sua criação. Afinal, é ele que define a impressão que se pretende passar ao público final. Sendo assim, menosprezar essa questão pode colocar em risco o crescimento do negócio.

Nessa semana a Interbrand publicou o ranking mundial das 100 empresas mais valiosas de 2018. Diante disso, resolvemos falar sobre algumas delas para entender onde elas acertaram e que lições podemos tirar de suas experiências.

Além dessas, vamos abordar, também, as empresas do ranking Brasil dessa mesma consultoria . Dessa forma, você pode se inspirar em exemplos mais próximos, que enfrentam a mesma realidade econômica.

Preparado? Vamos às marcas!

1. Apple

Vamos começar nossa lista com a marca que ocupa o topo do ranking mundial. A Apple foi a primeira empresa privada a bater a marca de 1 trilhão de dólares em valor de mercado.

E sabe o que ela fez para atingir esse patamar? Se posicionou!

O posicionamento de marca da Apple é muito claro para seus consumidores. Até porque, quem compra um Mac, um iPhone ou um iPad está buscando mais do que aparelhos eletrônicos. Eles também anseiam pelo status e a usabilidade que esses itens proporcionam.

Logo que surgiu, a empresa adotou uma linha diferenciada, com foco nas necessidades de seus clientes. Consequentemente, desenvolveram, ao longo dos anos, aparelhos cada vez mais assertivos e desejáveis.

2. Disney

A Disney ocupa o 14° lugar no ranking mundial. A gigante do entretenimento se desenvolveu sabendo explorar, como ninguém, os sonhos das pessoas.

Inclusive, uma frase que define bem seu fundador é “se você pode sonhar, você pode fazer”. Portanto, foi assim que Walt Disney construiu e fortaleceu seu império: alimentando os sonhos das pessoas.

Dessa maneira, a marca nasceu sendo associada a conceitos como sonho, fantasia e lúdico. Atualmente, seus processos são estudados no mundo todo como referência em atendimento ao cliente e satisfação da equipe de empregados.

3. Lego

Nossa última representante global é uma marca que passou por várias superações. A empresa, que já está no mercado há mais de 80 anos, começou como uma fábrica de brinquedos de madeira. Atualmente a administração está nas mãos da 3ª geração da família de fundadores.

Porém, a grande sacada da Lego, foi a adaptação dos brinquedos para que eles estimulassem a criatividade das crianças. Com isso, a infinidade de possibilidades conquistou os pequenos e alavancou as vendas. Em seguida foi construído um parque temático dedicado à marca que recebe milhões de visitas até hoje.

Além disso, a empresa segue se reinventando e possui linhas diferenciadas de produtos. Dentre elas, até mesmo algumas voltadas para o público adulto, que foram seus primeiros clientes quando ela começou.

4. Itaú

Agora, vamos aos exemplos de terras tupiniquins. A empresa líder do ranking de posicionamento de marca no Brasil é o Banco Itaú, com valor de mercado estimado em mais de R$ 28 bilhões.

Sua marca é tão forte que, em algumas peças publicitárias, apenas a presença de alguns elementos são suficientes para que o consumidor a identifique. 

5. Havaianas

Se você nasceu antes da década de 1990, vai entender bem o que vamos dizer agora. Afinal, quem poderia imaginar que um dos itens mais representativos das pessoas mais pobres dos anos 80 se tornaria uma marca mundialmente desejada?

Atualmente, as sandálias Havaianas ocupam a 16º posição do ranking nacional, com valor de quase R$ 490 milhões.

A marca investiu bastante na qualidade e diversificação de seus produtos. Além disso, ela contou com a ajuda dos brasileiros que, em viagem ao exterior, acabaram promovendo a expansão do negócio.

Outro ponto forte das Havaianas está na irreverência de suas peças publicitárias. Ela encontrou uma forma de se comunicar de forma bastante efetiva com seu público. Portanto, ela entendeu que era preciso adequar a linguagem para os mais jovens.

6. Magazine Luiza

Nossa última empresa presente no ranking merece um destaque especial. Isso porque o Magazine Luiza apresentou um crescimento de 30% entre os anos de 2016 e 2017. Inclusive, foi o maior entre as 100 melhores colocadas.

Boa parte desse sucesso se deu pela boa gestão de Luiza Helena Trajano, a 2ª geração da família à frente do negócio. Ela conseguiu se destacar em seu segmento por meio de ações inovadoras, como a criação de lojas virtuais antes mesmo da popularização da internet e com o foco total na satisfação de seus clientes.

7. Marca bônus: Harley Davidson

Apesar de não aparecer nos rankings citados neste artigo, a Harley-Davidson é um excelente exemplo de um bom posicionamento de marca. Surgida em 1903, essas motos são um sonho de consumo de muita gente. Mesmo depois de mais de um século de história.

Aos apaixonados pela marca, ela representa muito mais que motocicletas, são um estilo de vida. Sendo assim, defendem e promovem em todo o mundo de forma incondicional.

Além disso, a marca tem uma força tão grande que os consumidores se unem em grupos especializados. Quem nunca ouviu falar nos motoclubes?

Apesar de a marca não ser um requisito obrigatório, existem milhares dels focados apenas na Harley-Davidson. Já imaginou, pessoas se encontrando por causa da sua marca?

O que fica de lição para aprimorar o seu posicionamento de marca

Diante de tantos bons exemplo, algumas conclusões podem ser tiradas. A primeira dela é que a inovação constante é fundamental. Em todos os exemplos, as empresas buscaram agregar algo de novo e diferenciado para seus compradores.

A outra lição que queremos destacar é que o consumidor precisa estar no centro das suas atenções. Encantar os clientes proporciona benefícios incontáveis. Na Havaianas, provocou a expansão internacional da marca, na Lego e na Disney criaram uma paixão que atravessa gerações e na Apple transformou-a na empresa mais valiosa do mundo.

Enfim, por mais que você pense que seu negócio está longe desses exemplos é importante começar. A Havaianas começou vendendo chinelos para pessoas mais pobres. O Magazine Luiza começou com um loja pequena no interior de São Paulo. Se ambas conseguiram alcançar esses resultados, você também pode!

Então, comece a pensar no posicionamento de marca do seu negócio desde agora. Afinal, o futuro é resultado as ações que fazemos no presente. Agora é a melhor hora para traçar o rumo da sua empresa.

Porém, se você acredita que seu posicionamento já está bem definido, mas ainda assim as vendas não estão aumentando, o problema pode ser outro. Por isso, recomendamos que leia nosso artigo sobre Presença Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos atualizando nosso site, volte em breve ou ligue:
(31) 99491-5882!

Conheça nossas redes sociais