fbpx

7 dicas para se diferenciar dos seus concorrentes

diferenciar dos concorrentes

7 dicas para se diferenciar dos seus concorrentes


Administrar um negócio no varejo envolve uma série de questões e desafios. Entre os principais, podemos citar a dificuldade de se diferenciar dos concorrentes. Afinal, a cada dia surge uma nova empresa tornando a disputa pelos clientes mais acirrada. O que aumenta a relevância de cada detalhe.

Apesar de não ser uma tarefa fácil, é possível encontrar formas de mostrar mais valor para seus consumidores. Contudo, é preciso entender melhor a sua proposta, o seu público e o mercado no qual está inserido. Para isso, estamos trazendo estas 7 dicas incríveis para ajudar você se destacar e conquistar mais clientes. Aproveite!

1. Faça uma análise interna da sua empresa

Nossa primeira dica diz sobre o autoconhecimento. Comece respondendo a seguinte pergunta: qual é o propósito do meu negócio? Defina o objetivo principal da empresa e mantenha todo o foco nele. Ou seja, é importante ser coerente com a proposta de valor que deu origem a tudo.

Sendo assim, entenda bem seus pontos fortes e fracos e explore-os da melhor forma possível. Escute seus funcionários, eles estão no dia a dia, lidando com os processos e os clientes, com certeza eles têm muitas informações pertinentes para ajudar sua empresa a se diferenciar dos concorrentes.

2. Saiba quem são seus concorrentes

Assim como a análise interna auxilia no entendimento das suas capacidades e limites, a observação dos concorrentes serve para compreender melhor o mercado do qual sua empresa participa.

Para tal, existem diversas ferramentas e metodologias, mas vamos destacar apenas algumas. A começar pela pesquisa de mercado, que é uma análise mais completa e pode ser contratada em empresas experientes. É uma forma mais segura e profissional de conhecer o mercado, mas pode também ser um pouco mais cara.

Uma boa alternativa é estudar os principais concorrentes com base em suas informações públicas. A forma de atuação e o nível de interação nas redes sociais podem ser um bom começo. Existem, também, ferramentas que mostram alguns dados sobre os sites de outros empreendimentos, tais como o volume de tráfego, posicionamento no resultados de busca entre outros.

3. Estude a sua persona

O entendimento e estudo da persona é fundamental. O conceito de público-alvo já não é mais suficiente para encontrar um diferencial que realmente seja atraente. Afinal, ele é generalizado, o que sustenta apenas ações mais genéricas.

Em contrapartida, a buyer persona é uma versão mais aprimorada e detalhada. Nela, podemos descobrir quais são os hábitos e as dores das pessoas que desejamos alcançar. Assim, a oferta de valor pode ser refinada de forma a estar mais aderentes às reais necessidades dela.

Até aqui falamos de passos que ajudam a “preparar o terreno”. Agora, começaremos com a parte das ações que o ajudarão a se diferenciar dos seus concorrentes.

4. Encontre uma brecha para se diferenciar dos concorrentes

Para ser reconhecido como uma empresa que oferece um diferencial, obviamente é preciso apresentar algo de diferente. Então, com base em todas as ações realizadas nas dicas anteriores, é preciso encontrar uma dor da persona que não esteja sendo resolvida. E acredite: sempre tem alguma coisa a ser melhorada!

Por mais tradicional que possa ser o seu nicho de mercado, existe uma dor e uma maneira de saná-la. Vejamos dois exemplos mais recentes e conhecidos da maioria do público.

Caso da Nubank

A Nubank chegou ao mercado financeiro com uma proposta totalmente inovadora e que, na mente das pessoas, parecia completamente impossível. Oferecer um cartão de crédito totalmente virtual e sem a cobrança de tarifas. Mas essa era uma dor muito forte do seu público, logo as chances de aderência eram muito altas.

Com o passar do tempo, a proposta se expandiu e atualmente a empresa também oferece uma conta corrente virtual, também sem tarifas, na qual o dinheiro fica aplicado gerando rendimentos enquanto não é usado. Ou seja, uma nova forma de atendimento e prestação de serviços bancários.

Caso da Uber

A Uber não apenas inovou, como criou um novo segmento de mercado. Depois do sucesso da sua proposta de valor, ela ganhou diversos concorrentes espalhados mundo afora. Outro caso de um mercado completamente tradicional e fechado que foi revolucionado.

Os criadores da empresa viram o incômodo das pessoas com a hegemonia dos serviços de táxi e buscaram uma forma de oferecer o transporte com mais qualidade e preços mais baixos. Os serviços desenvolvidos por eles uniu a necessidade da população de uma concorrência no transporte de passageiros e um aumento na geração de renda para os motoristas.

5. Trabalhe a eficiência do seu time de marketing

A eficiência do seu time de marketing pode ser determinante para que consiga se diferenciar dos concorrentes. Isso porque, por meio de um trabalho bem-feito, ele pode atrair mais pessoas com o perfil semelhante ao da sua persona. Sendo assim, as taxas de conversão podem ser bem maiores.

Além disso, sua equipe de vendas precisa estar integrada a eles, para atuarem em conjunto. Dessa forma, os vendedores podem indicar suas dificuldades e pontos que merecem um destaque e os analistas de marketing podem encontrar a melhor forma de transformar tudo isso em materiais de divulgação e atração.

6. Faça da inovação uma constante

Se você pensa que investir em ações pontuais são suficientes para ser uma empresa diferenciada, pode parar agora mesmo. Práticas isoladas não são sustentáveis e não passam de desperdício de recursos. Assim sendo, para se diferenciar dos concorrentes e se manter em destaque, é fundamental evoluir constantemente.

Vale ressaltar que não se trata apenas de grandes mudanças revolucionárias. Essas são interessantes e podem dar um rumo completamente diferente, mas tem outras coisas igualmente importantes. Principalmente em se tratando de novas tecnologias.

Atualmente, mesmo que seu negócio não esteja diretamente ligado à tecnologia da informação, o uso de algumas ferramentas é essencial, tal como as redes sociais e aplicativos para celular. Entretanto, fora dessa questão digital, também podemos inovar nos processos de fabricação e na linguagem utilizada na comunicação com os clientes, por exemplo.

7. Proporcione experiências positivas aos clientes

Por fim, essa é a dica que tem o maior potencial de resultados expressivos. Porque a experiência proporcionada aos clientes é algo que eles levarão consigo para o resto de suas vidas. Quanto melhor for a ação, por mais tempo eles se lembrarão da sua marca.

Por exemplo, uma loja de materiais para a construção pode ter um profissional devidamente capacitado em uma ação para a venda de ferramentas. Dessa forma, pode ser montado um estande para a demonstração, onde as pessoas possam experimentar e aprender um pouco mais sobre a funcionalidade de cada uma.

Note que o dono desse estabelecimento poderia apenas oferecer descontos para atrair mais clientes. Ou seja, a experiência proporcionada gerou uma diferenciação perante às demais empresas. Se for aplicado de forma constante, ele pode passar a ser reconhecido por esse tipo de atitude, o que é bastante benéfico.

Concluindo, é possível se diferenciar dos concorrentes de diversas formas. Os empreendedores que seguem por esse caminho têm mais chances de sucesso no mercado. Seguindo nossas dicas, você pode ser tornar um deles. Então, vamos arregaçar as mangas e botar a mão na massa!

E se você gostou desse artigo e se interessou pelo último tópico, temos um conteúdo específico sobre ele. Aprenda mais sobre como conseguir mais cliente usando técnicas do Live Marketing!